Site Actualizado: Domingo, 25 de Junho de 2017

Desfile da Máscara Ibérica – encheu o Jardim da Praça do Império, em Lisboa

O XII Desfile da Máscara Ibérica, no passado dia 6 de maio, contou com a participação de 36 grupos e mais de 650 participantes. Este ano, assinalando a Capital Ibero-americana da Cultura, a Colômbia e o Perú foram os países convidados desta festa das tradições ibéricas.


O Jardim da Praça do Império encheu-se para ver o XII Desfile da Máscara Ibérica.

O intenso colorido das máscaras e demais indumentárias dos Caretos de Salsas e os Caretos de Grijó, de Bragança, as Madamas de Torre de Dona Chama, de Mirandela, e o Brutamontes do Auto de Floripes, de Viana do Castelo, Cardadores de Vale de Ílhavo e Caretos da Lagoa, foram alguns dos representantes portugueses, aos quais se juntam grupos de outras localidades, alguns pela primeira vez, como Coimbra, Macedo de Cavaleiros, Miranda do Douro, Mogadouro e Vila Real.

De Espanha, vieram Los Gigantes y Cabezudos de Aranda de Duero, de Burgos, Los Gigantes de Sant Jordi del Tricentenário, da Catalunha, além de outros grupos das Astúrias, Cáceres, Galiza, Salamanca, León e Guadalajara.

Para o desfile, os países convidados - Brasil, Colômbia e o Perú -, apresentaram o Boi Bumbá (Brasil), o Carnaval de Barranquilla (Colômbia) e a Diablada (Perú). 

O XII Desfile da Máscara Ibérica foi o ponto alto da XII Edição do Festival Internacional da Máscara Ibérica o qual proporcionou uma mostra de iguarias e artesanato das regiões participantes, gastronomia, animação de rua e também a música, ao som dos ritmos folk de raiz tradicional europeia, no Palco Ibérico, com os concertos da Orquestra de Foles, Galandum Galundaina, Los Niños de Los Ojos Rojos e Sons do Douro.

Esta edição do Festival Internacional da Máscara Ibérica apresentou ainda exposições, debates e atuações de grupos no Museu Nacional de Arqueologia e Centro Cultural Casapiano.

O Festival que se realiza em Lisboa, desde 2006, resulta de uma parceria entre a Associação para o Desenvolvimento do Turismo Cultural (PROGESTUR), a Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural (EGEAC) e a Câmara Municipal de Lisboa.


Subscreva a nossa newsletter

Receba, gratuitamente, as nossas notícias no seu email