Interior do país – Chegou o Tempo

 

Interior do país

Chegou o tempo de um novo paradigma. O tão falado Interior do país, isolado e esquecido, surge hoje ao nível do turismo com uma nova chama, aclamado como um novo harém na oferta turística. Todos os indicadores apontam como sendo um dos destinos primordiais para o período de Verão. Com a procura atual centrada no mercado interno, e com preocupações na escolha do destino que, até ao período antes Covid19, eram secundárias ou mesmo residuais, as expressões, tais como: a segurança, o isolamento, a sustentabilidade e a autenticidade são, nos dias de hoje, os novos ‘cavalos de batalha’ para ganhar a confiança dos turistas.

O Interior do País é um destino que se baseia na natureza

Praticamente intocável, onde a natureza ainda vive em relativa paz e a interface homem – natureza permite que a ruralidade e as tradições seculares se mantenham e não passem à história. Por isto, nos dias que se vivem, o chavão “Turismo de Natureza” nunca foi tão badalado como um concorrente à altura do destino “praia”. A montanha, os rios e as planícies nunca foram tão queridos e as Aldeias Históricas, as Aldeias do Xisto e as Aldeias de Montanha jamais, como hoje, foram tão faladas pelas soluções de atratividade que oferecem.

No presente, estas premissas são potenciadas por players locais que oferecem serviços distintivos, de qualidade e de destaque ao nível do alojamento, da restauração e, mais especificamente, no lazer, através da oferta de um vasto leque de atividades, que vão desde as caminhadas / hikingtours, os walkingtours, o cycling/ BTT interligados com as componentes natureza e cultura, passando pelos tours de visitação ou destacando-se nos tours com as experiências de outrora, entre um milhar de propostas que este diversificado território oferece.

Esta é a genuína imagem de marca do Interior

Um destino muito próprio, que garante definitivamente umas férias distintas, únicas, não massificadas e, acima de tudo, em plena segurança. Pode estar aqui o clique para ‘o virar da página’, em que viajar e alojar no Interior de Portugal passe a ser uma quase regra e não uma exceção rara e temporária.

Será, com toda a certeza, uma nova visão do turismo que impulsionará o Interior como o futuro “novo luxo de Portugal”….. “Chegou o tempo”

 

Artigos relacionados:

O vício da Serra da Estrela inclui neve

O véu branco da Serra da Estrela

O véu de ouro na Serra da Estrela

O mundo dos cogumelos, na Serra da Estrela

Covilhã: do passado dos teares à da arte do futuro

Os bosques inconfundíveis da Serra da Estrela

New Hand Lab, um espaço de memórias virado para o futuro, na Covilhã

Entre Loriga e Cabeça, uma força de atração na Serra da Estrela

Vale do Alto Mondego: a orquestra da Natureza

Cascata das Ninfas: o paraíso desceu à terra, na Serra da Estrela

Covão do Teixo – O ‘coral’ feito de granito na Serra da Estrela

Beira Baixa: a rota mágica …

Lagoas da Serra da Estrela: as princesas do reino

Serra da Estrela: Pastor, o último dos nómadas

Vale glaciário de Loriga: a natureza como arte

Segredos da Serra da Estrela: piscinas naturais

Cova da Beira e Serra da Estrela: A quinta da saudade…

Ribeira de Alpreade – A cereja no topo do bolo

Penha Garcia: Tesouros de perdição…

Serra da Estrela: O vale transcendente…

Serra da Estrela – um outro Mundo

“Chegou o tempo”. É o slogan que marca o reínicio